Características Básicas do Ayurveda : Cultura Tradicional Indiana da Saúde

 

Alguns aspectos básicos têm muita relevância para o Ayurveda, os quais estão listados a seguir.

        Conhecimentos sobre Saúde de Cunho Coletivo

 

  • Os conhecimentos e a prática do Ayurveda voltam-se para o coletivo, ou seja, seus tratamentos devem permitir um acesso amplo a todas as camadas da população. Seria, assim, a primeira cultura sobre saúde de cunho “socialista”. Assim seus produtos devem ter seus componentes encontrados na região e manipulados por Mestres do Ayurveda também da região. Não se trabalha com substâncias importadas.

        Tratamento Deve Considerar o Indivíduo como um Todo

 

  • O indivíduo, para o Ayurveda, deve ser tratado como um todo, ou seja, deve ser observado não apenas os seus problemas relacionados ao corpo físico, mas, também, seu estado em nível de energia, de emoção, de mente e de seu estado espiritual.

         Não Utilização de Elementos Importados

 

  • Como é uma cultura de cunho “socialista” não se deve importar substâncias para não se elevarem os custos dos produtos ayurvêdicos. Os componentes devem ser encontrados na região, assim como manipulação dos produtos deve ser feita por algum Mestre do Ayurveda do local.

         Cultura sobre Saúde não Corporativista para não se Criarem Monopólios

 

  • No passado, era o próprio Mestre quem preparava seus produtos. Hoje, já se têm “farmácias” privadas ou do governo indiano que produzem os produtos, aparecendo, assim, os empresários do Ayurveda.

         Não Utilização de  Produtos com Toxicidade para o Organismo 

 

  • Os produtos utilizados não podem ter nenhum efeito tóxico para o organismo, sendo todos testados, sejam eles de origem vegetal, animal (especificamente leite e derivados) ou mineral.

        Os Produtos São de Natureza Tônica

 

  • Algo muito peculiar nos produtos do Ayurveda é que eles podem ser utilizados não só para quem está com alguma doença, mas por todos, funcionando como tônicos que previnem as doenças.

        Visão das Doenças como Sendo Psicossomáticas

 

  • Para a visão abrangente do Ayurveda, todas as doenças estão ligadas a algum processo de somatização, ou seja, os problemas energéticos, emocionais, mentais ou espirituais, quando bloqueados e não resolvidos, acabam por serem somatizados no corpo físico gerando desarmonia, desequilíbrio e, por fim, doenças.

         Cultura sobe a Saúde que Enfatiza os Processos de Prevenção das Doenças

 

  • O Ayurveda dá várias prescrições sobre o comportamento humano, principalmente define prescrições relacionadas à forma de alimentação, indicando, por exemplo, quais alimentos devem ser ingeridos em cada hora do dia e em cada estação do ano. “Alimente-se disso” e “Não se alimente daquilo” são frases constantes dos textos Ayurvêdicos.

         Cultura sobre a Saúde que Norteia os Costumes da População

 

  • Dentro da visão de manutenção do estado de harmonia, equilíbrio e de felicidade, para a prevenção de doenças e manutenção do estado de saúde, o Ayurveda se transformou numa cultura de norteamento do comportamento das pessoas em um sentido bem amplo. Assim, o Ayurveda prescreve hábitos diários que cada indivíduo deveria seguir, como hora de se levantar e de se deitar, quais Kriyas fazer, o que se deve comer, a que horas comer, como comer, como dormir, como exercitar-se, etc. e o Mestre do Ayurveda se torna um terapeuta cujo comportamento se deve seguir.

        Prescrições de Terapias Naturais

 

  • O Ayurveda se constitui em uma cultura voltada para a saúde através de técnicas de cunho totalmente natural, prescrevendo, por exemplo, sessões de massagem, exercícios de Yoga, meditação, alimentação natural, etc., visando ao combate de doenças e à manutenção de um bom estado de equilíbrio, harmonia e integração, ações estas que formam a base para um estado de felicidade e saúde.
Posted on: 06 de julho de 2015, by : Mestre Arnaldo